Serviços

Veja nossa maneira de fazer arte!

Remoção de Tattoo

Até pouco tempo, remover uma tatuagem era um verdadeiro problema. Porém com os avanços da tecnologia de micro-processamento temos hoje tratamentos eficientes para a remoção de uma tatuagem. Existem vários métodos para remoção, entretanto a terapia do Laser é a mais eficiente de todas.

Nossa estudio é especializado neste segmento pois além de utilizar um equipamento exclusivo para Remoção de Tatuagens, também conta com o serviço profissional de terapeutas certificados por Centros de Treinamento de Luxemburgo (Europa) e Tailândia.

A REMOÇÃO

O laser é tratamento mais seguro e eficiente na Remoção de Tatuagens.

É Seguro porque ele é seletivo ou seja, atinge somente o pigmento da tatuagem, não prejudicando a pele ao redor. O nosso laser em particular, trabalha com pulsos de energia extremamente curtos (Nd Yag. Q-Switch), o que além de ser menos dolor, também não danifica as outras camadas da pele.

É eficiente porque ao ser usado sobre a tatuagem, os pigmentos desta absorvem seletivamente a Luz do laser e fragmentam-se em microparticulas que serão ao longo de algumas semanas eliminadas pelo sistema linfático.

A quantidade de sessões dependerá de vários fatores: tamanho, localização, profundidade, tempo e cores da tatuagem. Tais sessões devem ser realizadas com intervalos de 4 a 6 semanas para permitir que o organismo remova a quantidade máxima dos pigmentos que foram fragmentados. As sessões duram geralmente de 10 a 20 minutos, podendo durar mais, dependendo do tamanho da tatuagem.

A maioria dos pacientes observará melhora no processo de remoção já na primeira sessão. Porém tatuagens grandes ou muito pigmentadas podem requerer vários tratamentos para obtenção de excelente resultado.

ANTES DO TRATAMENO


1 - COMO FICARÁ MINHA PELE APÓS O TRATAMENTO?

Após o tratamento com laser, sua pele poderá apresentar uma descoloração branca e a área ao redor da tatuagem poderá ficar avermelhada e um pouco inchada. Isto é normal e desaparecerá lentamente com o passar de algumas horas.

2 - EXISTE ALGUM EFEITO COLATERAL?
Ocasionalmente, pode ocorrer Hipocromia (um branqueamento da pele). Mas a tonalidade normal da pele pode retornar num período de 6 a 12 meses após a última sessão de tratamento. Como a tinta utilizada na tatuagem não é padronizada, alguns pacientes podem apresentar clareamento parcial, mesmo após várias sessões de laser.

3 - COMO SÃO OS TRATAMENTOS?
Alguns pacientes relatam sentir uma leve picada como a batida de um elástico sobre a pele, seguida por uma sensação de queimadura de sol. Muitos tratamentos não requerem anestésicos. Porém, alguns pacientes se sentem mais confortáveis com um agente local como gelo ou um creme anestésico.

4 - QUANTAS SESSÕES EU PRECISO?
O número de tratamento requerido para a melhoria máxima depende do tamanho, localização, profundidade e cor da tatuagem. As sessões devem ser realizadas com intervalos de 4 a 6 semanas para permitir que o seu organismo remova a quantidade máxima de pigmento da tatuagem. As sessões duram geralmente de 10 a 20 minutos, podendo durar mais, dependendo do tamanho da tatuagem. A maioria dos pacientes observará melhora nas suas tatuagens. A melhora pode ser bem marcante. Porém tatuagens grandes ou muito pigmentadas podem requerer vários tratamentos para obtenção de excelente resultado.

5 - COMO SÃO OS TRATAMENTOS A LASER COMPARADOS A OUTROS MÉTODOS DE REMOÇÃO DE TATUAGEM ?
Suas outras opções de tratamento para remoção de tatuagem incluem excisão cirúrgica, dermabrasão (ou lixamento) e peeling químico. Estes métodos são mais invasivos e doloridos, e podem freqüentemente resultar em cicatrizes. A remoção de tatuagem com laser é mais segura e totalmente não-invasiva e, somente atinge a tinta utilizada no processo de tatuagem.

OUTROS MÉTODOS DE REMOÇÃO: Antes de o uso do laser se tornar conhecido na remoção de tatuagens no final da década de 1980, o processo englobava o uso de uma ou mais cirurgias geralmente dolorosas e que induziam a formação de cicatrizes.

EXCISÃO CIRÚRGICA DA PELE: Indicada quando a tatuagem é pequena. A vantagem é que a tatuagem pode ser removida por inteiro, de uma só vez. Tatuagens maiores podem necessitar ser removidas por partes. Necessidade de anestesia local, com corte cirúrgico e a sutura das bordas da lesão. Esta técnica sempre resulta em uma cicatriz.

DERMOABRASÃO: Ou lixamento cirúrgico da pele, é o procedimento que “lixa” a pele para remover as camadas intermediárias e superficiais; o cirurgião utiliza uma escovinha rotatória de alta velocidade para retirar a capa superior da pele. O nível adequado de pele a ser retirado cirurgicamente vai depender do grau, tamanho e profundidade da tatuagem.

SALABRASÃO: Uma solução de sal que é friccionada sobre a tatuagem com o objetivo de “danificar” a pele até que o pigmento seja expelido ou clareado. Esta técnica é muito antiga e raramente é usada nos dias de hoje. Parece simples, mas não é. E seus efeitos podem ser desagradáveis.

DURANTE E DEPOIS DO TRATAMENTO

1 - Múltiplas sessões de laser podem ser necessárias para a remoção da tatuagem.

2 - A utilização de óculos de segurança é necessária durante a sessão, a fim de proteger os olhos da luz do laser.

3 - Os possíveis riscos e complicações, embora raros, incluem, não sendo limitados à queimaduras e/ou bolhas, dor, insatisfação com resultados imediatos, vermelhidão e inchaço localizados, e alteração de pigmentação (dependendo das características químicas da tinta usada na feitura da tatuagem); Cicatrizes hipertróficas ou quelóides, embora raros, podem resultar caso o paciente já tenha tendência à esta reação, e/ou não siga as orientações do pós-laser, e/ou exponha ao sol.

4 - Não é possível dar garantias concretas de resultados e números de sessões necessárias, tendo em vista que tais resultados podem variar em decorrência de vários fatores que não dependem da atuação do laser e de seu operador. São eles:
4.1 - Tipo de tinta usada pelo tatuador, visto que de acordo com a qualidade, algumas tintas podem ou não conter elementos químicos difíceis na remoção a curto prazo;
4.2 - tipo de material usado na feitura da tatuagem (agulhas, máquina profissional ou caseira);
4.3 - Nível de performance técnica do tatuador que é determinante na equialização da introdução dos pigmentos (tintas) nas camadas da pele;
4.4 - Tempo da tatuagem;
4.5 - Características das cores e se houve retocagem posterior;
4.6 - Local do corpo e tamanho da tatuagem;
4.7 - resposta do sistema imunológico de cada indivíduo em especial ao empenho de seu sistema linfático.

5 - Ao fim do tratamento, é comum ocorrer hipocromia da pele no local da tatuagem (a área fica mais clara do que ao redor). Com o passar de alguns meses, a própria melanina começa a "repovoar" a pele e com o uso adequado de protetor solar, com o tempo a área em que foi removida a tatuagem volta a ficar na mesma tonalidade. Peles mais escuras ou bronzeadas podem ter este processo mais prolongado.

6 - Certas precauções são necessárias como: evitar exposição solar, utilizar corretamente o filtro solar e não arrancar as casquinhas (caso ocorra formação das mesmas).

7 - O paciente deve informar sobre o uso atual de medicamento e se já apresentou alguma doença dermatológica.